Presidente da CPI pede indiciamento de Protógenes e Dantas

Delegado responderia por falso testemunho e banqueiro, por interceptação ilegal; relatório deve ficar para 4ª

da Redação,

05 de maio de 2009 | 17h52

A nova relatora da CPI dos Grampos, deputada Iriny Lopes (PT-ES), pediu que o relatório final seja votado nesta quarta-feira, 6, segundo informações da Agência Câmara. Iriny substitui Nelson Pellegrino, que vai se licenciar do mandato para assumir a Secretaria de Justiça da Bahia. Na reunião desta terça, foram lidos os votos em separado do presidente da CPI, deputado Marcelo Itagiba (PMDB-RJ), e do deputado Laerte Bessa (PMDB-DF).

 

Veja Também:

especialCronologia da Operação Satiagraha

especialVeja o perfil de Dantas e de outros alvos da Satiagraha 

especialAs prisões de Daniel Dantas

 

Itagiba pediu o indiciamento do delegado Protógenes Queiroz, que comandou a Operação Satiagraha, do banqueiro Daniel Dantas, do ex-diretor da PF e da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) Paulo Lacerda e do ex-diretor-adjunto da Abin José Milton Campana, ainda segundo informações da Agência Câmara.

 

Lacerda e Protógenes devem ser indiciados por falso testemunho e emprego irregular de verba pública, porque utilizaram indevidamente recursos da Abin em investigação da PF, informa a Agência Câmara. Já Daniel Dantas deve ser indiciado por interceptação ilegal de comunicação.

Mais conteúdo sobre:
CPI dos Grampos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.