Presidente da CPI acusa Maluf de "confundir as coisas"

A presidente da CPIda Dívida Pública, Ana Martins (PCdoB), acusou Paulo Maluf (PPB) de tentar "confundir as coisas" e buscar uma maneira "deescapar do depoimento" que deverá prestar na Câmara Municipal, na segunda-feira.A assessoria de Maluf divulgou nota, na tardedesta quinta-feira, acusando promotores do Ministério Público ou a vereadora de terem vazado para jornalistas informações contidas nosextratos telefônicos do ex-prefeito."Ele sabe que o depoimento dele na segunda-feira poderá ser decisivo, depois que tivemos acesso aos extratos de suas contastelefônicas", disse Ana Martins.A vereadora informou que a Embratel entregou nesta quinta os extratos das ligações telefônicas doex-prefeito.Os documentos estão sendo conferidos pelo juiz-corregedor Maurício Lemos Porto Alves, do Departamento de InquéritosPoliciais, e deverão ser entregues até o início da semana para a CPI.Já estão com os vereadores os extratos fornecidos pelaBCP Telecomunicações, Telesp Celular e Intelig.Vereadores da CPI reuniram-se por mais de cinco horas, nesta quinta, para analisar os extratos e programar os depoimentos da retafinal da CPI, que terá que entregar o relatório final no início de outubro.Ana Martins afirmou que a CPI está fechando o cerco paraforçar o ex-secretário de Obras de Maluf, Reinaldo de Barros, a depor. "Estamos preparados para ir até ele, caso seus advogadosargumentem que ele não pode depor por razões de saúde", disse ela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.