Googla Maps/Reprodução
Googla Maps/Reprodução

Presidente da Conab é exonerado e Republicanos indica substituto

Segundo fontes, despedida do agrônomo Guilherme Bastos da equipe foi feita de forma online; decisão desagradou a equipe técnica da estatal

Gustavo Porto e Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

06 de dezembro de 2020 | 14h27

BRASÍLIA - Oito meses após assumir o cargo, o agrônomo Guilherme Bastos deixou a presidência da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para acomodar mais um nome do centrão. A bancada do Republicanos indicou José Samuel de Miranda Melo Júnior para a função. A posse está prevista para terça-feira, 8.

O movimento amplia o poder do partido no Ministério da Agricultura. Em junho, a legenda já havia emplacado o nome do ex-deputado de Tocantins César Halum como Secretário de Política Agrícola. Ele entrou na vaga de Eduardo Sampaio Marques, que continuou no ministério, mas como assessor especial da ministra Tereza Cristina.

O líder do partido na Câmara, Jhonatan de Jesus (RR), defendeu a indicação de Mello Júnior. "Ele (Melo Júnior) é um nome técnico, muito bem preparado e passou por todas as análises do governo federal", disse, ao Broadcast Político.

A decisão desagradou a equipe técnica da estatal. Segundo fontes da companhia, a despedida de Bastos foi feita online, já que ele estava em São Paulo.

Um dos líderes do agronegócio, o ex-secretário de Agricultura de São Paulo Xico Graziano, foi um dos primeiros a criticar a troca, atribuída ao presidente do Republicanos, deputado Marcos Pereira (SP).

“Picaretagem da grossa. Conab trocou um expert (Guilherme Bastos, agrônomo da UFV [Universidade Federal de Viçosa], PG [pós-graduação] na ESALQ e Maryland) por um fulano qualquer indicado pelo pastor Marcos Pereira. Bolsonaro alimenta o mecanismo. Repete o que mais criticava. Traidor”, disse ele, por meio de sua conta no Twitter.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.