Ed Ferreira/AE - 02/02/2012
Ed Ferreira/AE - 02/02/2012

Presidente da Câmara descarta requerimento de convocação de Mantega

Para Marco Maia, não há necessidade de o ministro da Fazenda ir ao Congresso para explicar denúncias que levaram à demissão do presidente da Casa da Moeda, Luiz Felipe Denucci

Denise Madueño, de O Estado de S.Paulo

07 de fevereiro de 2012 | 16h15

BRASÍLIA - O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), descartou a necessidade de o ministro da Fazenda, Guido Mantega explicar no plenário da Câmara as denúncias que levaram à demissão o presidente da Casa da Moeda, Luiz Felipe Denucci. Na tentativa de agilizar o processo, diante da formação ainda das comissões na Casa, o DEM apresentou ao plenário requerimento de convocação de Mantega. Marco Maia argumentou que esse debate é assunto das comissões permanentes da Casa, que poderão analisar eventuais pedidos de convocação do ministro, quando forem formadas. Com o início do ano legislativo as comissões deverão ser instaladas após o carnaval.

Na defesa de Mantega, Marco Maia afirmou que esse assunto já foi "amplamente" explicado e que não é questão para o plenário. "O plenário é o espaço nobre para fazer grandes debates de grandes temas nacionais. A Casa da Moeda não é um grande tema. É um tema específico que deverá ser remetido às comissões para avaliação", afirmou Maia.

Tudo o que sabemos sobre:
CâmaraMantegaMaiaCasa da Moeda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.