Presidente da Câmara de Angra dos Reis pede habeas corpus no STF

Vilma Teixeira Ferreira dos Santos (PRB) espera por julgamento em que responde por prática de compra de votos

estadão.com.br

11 de novembro de 2010 | 03h54

SÃO PAULO - A defesa de Vilma Teixeira Ferreira dos Santos, do PRB, presidente da Câmara Municipal de Angra dos Reis (RJ), entrou, nesta quarta-feira, 10, com pedido de habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF) na tentativa de por em liberdade a parlamentar enquanto ela espera pelo julgamento no processo em que responde por prática de compra de votos, utilização de prédio público para beneficiar partido ou organização de caráter político, formação de quadrilha ou bando, coação no curso do processo e fornecimento de transporte ou refeições aos eleitores da zona urbana.

Perante o Tribunal Superior Eleitoral (STE), Vilma Santos questionava decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) que conservou sua prisão preventiva decretada no dia 8 de outubro de 2010 pela 147ª Zona Eleitoral de Angra dos Reis, em razão de supostas ameaças feitas a três corréus. No entanto, o TSE arquivou o habeas por considerar que o decreto de prisão preventiva está devidamente fundamentado na garantia da ordem pública e conveniência da instrução criminal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.