Presidente critica imprensa e oposição na última solenidade pública de 2008

Na última aparição pública no Palácio do Planalto em 2008, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez ontem críticas à oposição e à imprensa. Ao sancionar lei que muda a organização do ensino técnico federal, ele voltou a reclamar da extinção da CPMF pelo Senado e disse que os jornalistas costumam ignorar fatos importantes do governo. "Tivemos o percalço da CPMF, que um dia a história vai julgar", afirmou.Ao se queixar da imprensa, Lula, porém, cometeu uma gafe. "Dizem que se a gente não repetir certas coisas muitas vezes a imprensa não publica, então, por favor, liguem os gravadores", disse o presidente, sem perceber que não havia jornalistas na solenidade, realizada numa sala do segundo andar do palácio. A Presidência só permitiu que os jornalistas acompanhassem o evento por um monitor, no térreo.Durante a solenidade, o presidente informou que organizará no dia 10 de fevereiro, em Brasília, uma reunião com os prefeitos para cobrar maior empenho na execução de programas federais de combate ao analfabetismo e à mortalidade infantil. Ele disse não entender o motivo de o País não conseguir reduzir a taxa de 15% de analfabetismo da população adulta, índice registrado desde os anos 1970. "O problema é que temos um estoque de analfabetos adultos", constatou.Disse ainda que irá propor um pacto para aumentar o número de registros civis. Ele citou a própria história pessoal para pedir que os prefeitos conscientizem os pais da necessidade de registrar os filhos, especialmente nos grotões. Lula contou que, ao nascer, o pai demorou para registrá-lo. "É que pobre do interior, quando chega à cidade, não vai primeiro ao cartório, mas à bodega", disse. "Nenhuma criança pode sair do hospital sem o registro."O presidente segue hoje para Recife, onde inaugura pela manhã o Parque Dona Lindu, cujo nome homenageia sua mãe. Ele deve passar a virada de ano numa base da Marinha em Fernando de Noronha.

Leonencio Nossa, BRASÍLIA, O Estadao de S.Paulo

30 de dezembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.