Presidente cogita cursar faculdade depois de 2010

Ao lembrar que chegou à Presidência da República mesmo sem ter um curso superior, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem que poderá retomar os estudos depois que deixar o Palácio do Planalto. E brincou que poderá tentar uma vaga no ProUni, que financia estudos de alunos de baixa renda na rede privada de ensino. "Talvez até quando eu deixar a Presidência, o ProUni me dá uma colher de chá e eu posso até cursar uma universidade", disse, ao lançar a pedra fundamental do campus de São Bernardo do Campo da Universidade Federal do ABC. Sorridente, Lula defendeu iniciativas como as olimpíadas, realizadas em várias disciplinas na rede pública. "A de português é muito importante para as crianças não falarem menas laranjas, como eu", disse, arrancando risos da plateia. "Às vezes, o português correto as pessoas nem entendem. Entendem o menas que eu falo."

Clarissa Oliveira, O Estadao de S.Paulo

26 de agosto de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.