Presidente ataca FHC e defende o ProUni

Em discurso, Lula acusa antecessor de ter inviabilizado escolas técnicas

Wilson Tosta, CABO FRIO, O Estadao de S.Paulo

06 de março de 2009 | 00h00

Em mais um discurso de ataque a seus opositores, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva acusou ontem as elites brasileiras de se incomodarem mais com a melhoria das condições de vida dos pobres do que com a miséria. Ao discursar na inauguração simultânea de três campi de instituições federais de ensino técnico em Cabo Frio, Volta Redonda e Duque de Caxias, no Estado do Rio, Lula também disparou contra os tucanos e parte da esquerda.O presidente acusou o governo Fernando Henrique Cardoso de ter inviabilizado a criação de novas escolas técnicas federais. "Em 1998, o ministro da Educação mandou o Congresso fazer uma lei tirando do governo federal a responsabilidade de fazer escolas técnicas", disse, referindo-se a Paulo Renato Souza, que comandou a pasta no governo tucano.Segundo ele, foi necessário que a União firmasse convênios com prefeituras e ONGs para dar andamento ao projeto. "Na teoria, é tudo muito bonito. Mas acontece que a maioria das prefeituras, sobretudo as menores, não tinha recursos para fazer escolas técnicas."Lula criticou parte do movimento estudantil que se opôs ao ProUni - programa federal de bolsas para carentes em universidades privadas. "Quando criamos o ProUni, um grupo de estudantes do Brasil, normalmente ligados à elite brasileira, começou a fazer discurso de que a gente ia privatizar a educação no Brasil", afirmou. "Sabe por quê? No Brasil tem um tipo de gente que, se está comendo, não fica com bronca se o outro pedir comida para ele. Eles ficam com bronca se o outro estiver na outra mesa, comendo a mesma comida deles, porque eles acham que só eles têm direito."Em seguida, fez um autoelogio: "É exatamente o presidente que não teve oportunidade de estudar que está fazendo as escolas que aqueles que estudaram não fizeram." No evento, o governador Sérgio Cabral (PMDB) foi vaiado e atribuiu o protesto a adeptos do prefeito de Nova Iguaçu, o petista Lindbergh Farias. FRASELuiz Inácio Lula da SilvaPresidente"É exatamente o presidente que não teve oportunidade de estudar que está fazendo as escolas que os que estudaram não fizeram"

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.