Presidente alemão traz delegação de empresários ao Brasil

O presidente da Alemanha, Horst Köhler, inicia nesta quarta-feira, 7, uma visita de cinco dias ao Brasil, acompanhado de uma delegação de 70 pessoas, incluindo políticos e empresários e jornalistas alemães. Köhler será recebido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva na quinta-feira, 8, mas os dois presidentes não devem assinar nenhum acordo, já que Köhler é chefe de Estado, mas não de governo.Brasil e Alemanha estão juntos no G-4, grupo integrado também por Japão e Índia, que defende a entrada dos quatro como membros permanentes no Conselho de Segurança da ONU.ParceriaA Alemanha é o principal parceiro comercial do Brasil na Europa e o Brasil é o primeiro destino das exportações alemãs na América do Sul. No ano passado, o intercâmbio comercial foi de US$ 13 bilhões - US$ 5,5 bilhões exportados pelo Brasil e US$ 6,5 bilhões exportados pela Alemanha.O país é o sexto maior investidor estrangeiro no Brasil nos últimos anos. Há 1,2 mil empresas alemãs com sede no País, responsáveis por cerca de 8% do PIB brasileiro. De acordo com o Itamaraty, Lula e Köhler vão discutir a cooperação econômica e comercial entre os dois países, especialmente nas áreas de infra-estrutura e energia, a reforma da ONU e a atuação do G-4, os processos de integração regional na Europa e na América do Sul. O presidente alemão também vai conhecer as ações sociais do governo brasileiro, como o programa Fome Zero e o Bolsa-Família.RoteiroA viagem ao Brasil começa com uma visita à usina hidrelétrica de Itaipu, em Foz do Iguaçu. Em seguida, Köhler viaja a Brasília, onde se encontra com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ellen Gracie. Além da conversa com Ellen, foram agendadas audiências com os ministros do Desenvolvimento, Luiz Furlan, e da Fazenda, Guido Mantega. Köhler deve se reunir ainda com o presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles.Na quinta-feira, ele se reúne com o presidentes da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT-SP), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Depois, Köhler vai a São Paulo, Recife, Olinda e Manaus, antes de seguir para a Colômbia.Amizade A Alemanha ocupa atualmente a presidência do Conselho de Ministros da União Européia e a presidência do G-8. A primeira-ministra do país, Angela Merkel, convidou o presidente Lula para participar da reunião do G-8, que acontece na Alemanha, em junho.De acordo com a embaixada da Alemanha em Brasília, Köhler é amigo pessoal do presidente Lula. O presidente alemão foi diretor-executivo do Fundo Monetário Internacional (FMI) entre 2000 e 2004 e foi eleito pela Assembléia Federal para o cargo de presidente em maio de 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.