Presa quadrilha que roubava fios telefônicos em Sorocaba

A polícia começou a cercar as quadrilhas que se especializaram no furto de fios telefônicos em Sorocaba. Dois receptadores, acusados de comprar a fiação como sucata, foram detidos hoje na periferia da cidade. Os nomes não foram divulgados para não atrapalhar as investigações. A polícia acredita que há mais pessoas, podendo haver até empresas, envolvidas com o comércio do produto dos furtos.Na última sexta-feira, policiais militares prenderam em flagrante o servente Aparecido José Antunes, de 34 anos, Nivaldo Palmeira, 44, e Jairson dos Santos, 33, com cerca de 300 quilos de cabos, no distrito de Brigadeiro Tobias. Eles tinham retirado os fios da rede instalada na margem da Rodovia Raposo Tavares. A fiação, nesse trecho, foi furtada dez vezes nos últimos três meses, deixando os bairros próximos sem comunicação. Os acusados estavam queimando os fios para a retirada da proteção plástica.O metal seria picotado e entregue aos sucateiros por R$ 2,20 o quilo. A polícia obteve os nomes de vários receptadores que estão sendo investigados. Também ocorreram furtos de fios nas redes da empresa Telefônica em outros municípios da região, como São Roque, Marisque e Votorantim. Antes de atacar as redes de telefonia, as quadrilhas furtavam os cabos elétricos das linhas da antiga Ferrovias Paulistas S/A (Fepasa). A Rede Ferroviária Federal S/A (RFFSA), atual dona do patrimônio, retirou o que tinha sobrado dos fios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.