Prêmio latino-americano para fotógrafo brasileiro

O fotógrafo brasileiro MaurícioLima, da agência France Presse, e uma repórter argentina queescreve para a revista Rolling Stone ganharam na quarta-feira umimportante prêmio latino-americano de jornalismo por seustrabalhos, respectivamente, sobre uma greve de operários e umasuposta seqüestradora adolescente. Maurício Lima, de 28 anos, ganhou o primeiro prêmio defotografia por "Esperança Sem Teto", uma foto sua retratando aocupação de uma fábrica de automóveis alemã por trabalhadores emSão Paulo. Josefina Licitra, de 29 anos, foi contemplada com o NovoPrêmio de Jornalismo CEMEX-FNPI por sua reportagem "FleeingChiken", a história de uma menina de 15 anos acusada de lideraruma gangue de seqüestradores que escapou quatro vezes de umcentro de detenção juvenil. Os ganhadores do Novo Prêmio CEMEX-FNPI de Jornalismo,fundado pelo escritor Gabriel García Márquez em 2002, receberãocada um US$ 25 mil em 31 de agosto em uma cerimônia em Monterey,no México, disseram os organizadores em um comunicado. A sede dafundação que distribui o prêmio é Cartagena, na Colômbia, cidadenatal de García Márquez.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.