Prefiro acreditar que Meirelles é inocente, diz vice de Lula

O vice-presidente da República, José Alencar, disse hoje que prefere acreditar que o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, é inocente das denúncias apresentadas nos últimos dias e ele esteja sendo vítima do que se convencionou chamar de denuncismo. "Eu já disse que não adianta ficar especulando sobre esse assunto, pois a primeira pessoa que tem que dizer se isto tem fundamento ou não é ele próprio", afirmou.Alencar participou, junto com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e alguns ministros de uma reunião com os presidentes das 27 federações de indústrias no País, que discutiu os detalhes do pacote de desoneração tributária anunciado hoje. Segundo o vice-presidente, a expectativa é de que os resultados serão muito bons. "Quando acontece uma coisa dessas (o pacote) a economia toda se anima", diz. O principal benefício das novas medidas, segundo ele, será o de que o Estado irá arrecadar mais, ainda que a alíquota de alguns impostos tenha sido reduzida, uma vez que a indústria tende a produzir mais. O vice-presidente voltou a criticar as ta xas de juros. "Continuo dizendo que este é um regime perverso e que o Brasil deveria ter taxas compatíveis com o mundo civilizado".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.