Prefeituras contratam laranjas no CE

Prefeituras do interior do Ceará usam a figura dos "laranjas" para dissimular o nepotismo. Eles são contratados para responder oficialmente por determinados cargos, mas quem toma as decisões - e recebe parte do salário - é o parente do gestor. ''São manobras vergonhosas para burlar a lei'', criticou o deputado Perboyre Diógenes (PSL), que denunciou a fraude na Assembléia Legislativa.O deputado Vasques Landim (PSDB) apontou a inclusão "sem limites" de familiares. ''Alguns gestores têm o entendimento de que a prefeitura é o patrimônio familiar." O vice-presidente da Confederação Nacional de Prefeitos Municipais, Luis Coelho, justificou as contratações alegando que, nas pequenas cidades de todo o País, é difícil encontrar gente qualificada que não tenha parentesco com o prefeito ou vereadores. No Maranhão e em Tocantins, o TJ deu prazo às prefeituras para demitir parentes sob pena de multa diária, além de processo por desobediência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.