Prefeitura diz que irá à Justiça contra Maia

A Prefeitura do Rio informou que vai à Justiça para tentar reaver R$ 224 mil que teriam sido pagos ao advogado Paulo Saboya em 2008, na gestão Cesar Maia (DEM). Segundo a prefeitura, não houve licitação e os gastos são "no mínimo suspeitos". Saboya, morto no mês passado, era cunhado do ex-prefeito. A decisão foi anunciada após Maia divulgar que o escritório de Adriana Ancelmo, mulher do governador Sérgio Cabral, atua em ações que envolvem o Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.