Prefeitura de Sorocaba-SP é disputada por 3 candidatos

Cidade tem o nono maior colégio eleitoral do Estado, com 383 mil eleitores

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agencia Estado

07 de julho de 2008 | 16h56

Pela primeira vez em 36 anos, apenas três candidatos disputarão a prefeitura de Sorocaba, no interior de São Paulo. A cidade tem o nono maior colégio eleitoral do Estado, com 383 mil eleitores. Desde as eleições de 1972, em plena ditadura militar, em que a disputa se deu entre a antiga Aliança Renovadora Nacional (Arena), ligada ao governo militar, e o oposicionista Movimento Democrático Brasileiro (MDB), nunca a prefeitura teve menos de quatro pretendentes.O PMDB, que elegeu três prefeitos nesse período, não lançou candidato próprio e apoiará o prefeito Vítor Lippi (PSDB), candidato à reeleição. O PSDB está no poder há 12 anos e tenta a quarta gestão seguida. Para isso, fez coligação com outros nove partidos, entre eles o DEM. Os democratas, concorrentes tradicionais dos tucanos no município, optaram por não lançar candidato próprio. O PP, que incorporou antigos malufistas, optou por apoiar a candidatura do deputado estadual Hamilton Pereira (PT). O PT vai às urnas como o apoio de oito legendas. Apenas o PSOL disputa a administração municipal sem fazer aliança, na tentativa de eleger o candidato Raul Marcelo. A campanha começou tímida em Sorocaba. No fim de semana, os candidatos não saíram às ruas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.