Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Prefeitura de Fortaleza rescinde contrato com a Delta

A Prefeitura de Fortaleza rescindiu contrato com a Delta Construções para realização de parte das obras de mobilidade urbana para a Copa do Mundo de 2014. Segundo nota oficial divulgada nesta terça, a rescisão foi feita a pedido da própria empreiteira. O valor do contrato era de R$ 145 milhões e a Delta já havia iniciado algumas obras.

LAURIBERTO BRAGA, Agência Estado

16 de maio de 2012 | 09h02

"Na última sexta-feira (dia 11), a Empresa Delta Construções S.A. enviou pedido de rescisão de contrato para realização de parte das obras de mobilidade urbana para a Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014 sob responsabilidade da Prefeitura de Fortaleza. A rescisão é resultado de um novo posicionamento da nova diretoria da empresa, gerida por novos controladores, que julgaram não haver segurança por parte da empresa para a continuidade das obras", diz a nota.

Apesar de a Delta já ter iniciado algumas obras, a prefeitura afirmou que não foi feito nenhum pagamento para a construtora. "A rescisão não causará nenhum prejuízo aos cofres municipais, pois o primeiro pagamento no valor de R$ 880 mil, a ser realizado pela prefeitura para a empresa, previsto para esta semana, foi cancelado diante da atual conjuntura."

Entre as obras da licitação vencida pela Delta estão a restauração da Avenidas Dedé Brasil e da Via Expressa; alargamento da Avenida Alberto Craveiro e instalação da estrutura do túnel na rotatória da Paulino Rocha com Alberto Craveiro. Todas com o objetivo de facilitar o acesso à Arena Castelão, estádio onde ocorrerão jogos da Copa.

A prefeitura informou ainda que vai realizar nova licitação para dar continuidade às obras. De acordo com a nota, o cronograma da nova licitação terá um prazo "mais comprimido" e será "exigida da empresa vencedora" a abertura de frentes de trabalho simultâneas, além do regime de trabalho em quatro turnos para o cumprimento do prazo de conclusão das obras em agosto de 2013. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
DeltaobrasFortaleza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.