Prefeitos vão a Brasília pedir R$ 20 bilhões a Lula

Com uma lista de pedidos de dinheiro ao governo federal que chegaria a R$ 20 bilhões por ano, se fosse atendida, os prefeitos chegam nesta terça-feira a Brasília para a sua 7ª marcha, que poderá reunir até 3 mil prefeitos, segundo os organizadores.O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, disse nesta segunda que a pauta dos prefeitos não inclui apenas a reivindicação dos recursos, mas a discussão sobre as responsabilidades que devem caber ao governo federal, aos Estados e aos municípios - o chamado pacto federativo. Segundo ele, de acordo com o pleito dos prefeitos, 1% a 2% do PIB passariam a ser repassado às prefeituras. "Não podemos aceitar essa concentração da arrecadação pública em 60% e 62% em mãos do Poder Executivo Federal", afirmou.Os prefeitos chegam em Brasília para tentar impulsionar o andamento de mudanças legislativas que possam beneficiar as prefeituras como as partes da reforma tributária e previdenciária que ainda tramitam na Câmara. Os prefeitos pretendem, também, forçar a aprovação da Medida Provisória (MP) que distribui os recursos da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre combustíveis, que está trancando a pauta da Câmara e não foi votada na semana passada por não haver acordo entre os governadores e o Ministério da Fazenda. De acordo com a MP, as prefeituras teriam o direito a 25% da parcela dos recursos destinados aos Estados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.