Prefeitos querem manter controle sobre saneamento

Onze prefeitos das principais capitais brasileiras, reunidos hoje em São Paulo, criticaram a proposta embutida no projeto de lei 4.147/01, que pretende retirar dos municípios e transferir para os Estados a titularidade sobre o saneamento básico. No encontro desta tarde, no Hotel Cad´Oro, os prefeitos decidiram por unanimidade solicitar o empenho do presidente Fernando Henrique Cardoso e dos congressistas para a retirada da urgência constitucional na tramitação do projeto, e a reabertura dos debates sobre a matéria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.