Prefeitos petistas articulam ação conjunta

Prefeitos petistas de 15 municípios da região de Ribeirão Preto discutiram hoje uma série de propostas para serem desenvolvidas em ações conjuntas entre as administrações públicas, no próximo ano. Entre as prioridades ficaram os setores de reciclagem de lixo, segurança alimentar e esportes. "Vamos tentar levar a todas as cidades as melhores experiências em cada uma dessas áreas, evitando que sejam cometidos os mesmos erros e, enquanto for possível, avançando um pouco mais nestes programas", disse o prefeito de Ribeirão, Antônio Palocci Filho. No balanço de um ano das administrações do PT na região, Palocci considera que "houve equilíbrio de contas". "Boa parte dos atuais prefeitos assumiu em 2001 com um déficit público bem alto, mas todos já conseguiram zerar este déficit e equilibrar suas contas. Então o próximo ano é do de agir principalmente na área social", comentou. Para o prefeito de São Carlos, Newton Lima, as prefeituras do PT estarão no próximo ano sendo bastante visadas, por conta da campanha de Luis Inácio Lula da Silva à presidência. "Teremos que tomar cuidado para que cada ação não pareça à mída marketing de campanha, mas ao mesmo tempo temos que cumprir nossos programas que ficaram parados em 2001, por conta do pagamento de dívidas. No balanço geral para o próximo ano, as prefeituras têm que servir de principal vitrine para a campanha", comentou. O prefeito de Araraquara, Edinho Silva, rebateu as críticas de que as propostas de programas em conjunto lançadas pelas prefeituras do PT em 2001 não chegaram a ser colocadas em prática. Entre as propostas, a principais eram de inclusão do suco de laranja na merenda escolar e a de instalação de uma fábrica de medicamentos genéricos que atenderia 40 municípios, não somente sob os de administração do PT. "A inclusão do suco na merenda vem sendo implantada individualmente em cada município e a instalação da fábrica só está dependendo da liberação de verba de R$ 2 milhões prometida pelo Ministério da saúde", afirmou. As prefeituras do PT da região de Ribeirão Preto também estão na dependência do repasse de R$ 50 milhões para o projeto de bacias hidrográficas, previsto no orçamento de 2002. O repasse vai beneficiar as 15 prefeituras do PT na região: Ribeirão Preto, São Carlos, Araraquara, Bebedouro, Batatais, Ribeirão Corrente, Serrana, Sales Oliveira, Taquaral Jaboticabal, Franca, São Simão, Dobrada, Pitangueiras e Rincão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.