Prefeitos do DEM declaram apoio a Yeda no RS

Cinco dias depois de a cúpula do DEM declarar apoio informal à candidatura de José Fogaça (PMDB) ao governo do Rio Grande do Sul, 10 dos 12 prefeitos da sigla anunciaram nesta segunda-feira que vão trabalhar pela reeleição de Yeda Crusius (PSDB). Como o partido não participa de coligações para as eleições majoritárias, seus integrantes estão livres para aderir às campanhas que quiserem ou manter a neutralidade.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

09 de agosto de 2010 | 20h25

O presidente Onyx Lorenzoni e a bancada estadual do partido estão rompidos com Yeda desde a eleição de 2006, quando ela, ao assumir a condição de favorita, já no segundo turno, pediu que o vice-governador Paulo Feijó desistisse de concorrer. Já os prefeitos demonstram satisfação com obras como a construção de acessos pavimentados às suas cidades e a regularização da transferência de recursos feitas pelo governo do Estado.

"A atual administração foi, sem dúvida, a melhor que já tivemos para conversar e repassar nossas reivindicações, por isso temos a obrigação de estar juntos com Yeda", declarou o prefeito do Chuí, Hamilton Lima. Também aderiram à campanha da governadora os prefeitos de Getúlio Vargas, Inhacorá, Itapuca, Poço das Antas, São José do Hortêncio, Tabaí, Três Forquilhas, Turuçu e Morro Redondo. Somados, os dez municípios têm 50 mil habitantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.