Prefeito teria demolido mercado para se eleger

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí aceitou ação penal contra o prefeito de Aroeiras do Itaim, Gilmar Francisco de Deus (PP), por demolir um mercado público e distribuir o material de construção a eleitores. Aroeiras do Itaim foi recentemente emancipado do município de Picos, a 306 Km de Teresina. A denúncia foi feita pelo procurador Carlos Wagner Guimarães, segundo o qual a distribuição do material teria o objetivo de beneficiar a eleição de Gilmar. A advogada do prefeito, Geórgia Nunes, alegou que o município não era emancipado e o fato não configuraria crime eleitoral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.