Prefeito tem candidatura impedida por 'ficha suja' em SP

Sentença de juiz diz que João Franklin Pinto responde a 32 processos por improbidade administrativa

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agencia Estado

05 de agosto de 2008 | 19h25

A Justiça Eleitoral de Sorocaba, no interior paulista, impugnou a candidatura à reeleição do prefeito de Araçoiaba da Serra, João Franklin Pinto, da coligação PTB-PDT, alegando a chamada "ficha suja". A sentença do juiz eleitoral José Carlos Metroviche dá conta de que o prefeito responde a 32 processos por improbidade administrativa, dos quais 27 resultaram em condenação. O juiz considera ser improvável que o acusado venha a ser absolvido em todos os processos, o que o tornaria inelegível. A impugnação atingiu também o candidato à vice, José Gomes Arrojo Filho (PDT) que não registra antecedentes. O juiz considerou que a condenação se estende à coligação. Este é o segundo caso na região. O prefeito de Araçariguama, Carlos Aymar (PRB), que deixou o cargo para concorrer à prefeitura do município de São Roque, também perdeu na Justiça o direito de disputar a eleição. De acordo com a decisão, Aymar teve rejeitadas duas contas referentes ao segundo mandato - ele já fora reeleito em Araçariguama. Os candidatos impugnados anunciaram que entrarão com recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesSPAraçoiaba da Serra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.