Prefeito pode ter bens bloqueados

O Ministério Público de Pernambuco pediu a indisponibilidade dos bens do prefeito do Recife, João Paulo, por meio de liminar em ação civil pública por improbidade administrativa. Ele é acusado de irregularidades na contratação de uma fundação para modernizar a administração municipal. Segundo sua assessoria, o prefeito reeleito, que recebeu elogios rasgados do presidente Lula durante visita à cidade, na terça-feira, só vai falar sobre o assunto quando for notificado pela Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.