Prefeito mineiro é cassado no carnaval por desvio de verbas

Em pleno feriado de carnaval, a Câmara Municipal de Turmalina, no Vale do Jequitinhonha mineiro, cassou o mandato do prefeito Soelson Barbosa (PTB), acusado de desvio de verbas públicas durante a execução de obras na cidade. Em reunião extraordinária que teve início na noite de segunda-feira e só terminou na madrugada de terça, Barbosa foi cassado por seis votos a zero. O presidente da Câmara, José Luiz de Souza (PSDB), deu posse ao vice, João Macedo Godinho (PMDB). O prefeito cassado prometeu recorrer da decisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.