Prefeito e vice são afastados por fraude em concurso

O juiz da 2ª Vara Cível de Paranavaí, no noroeste do Paraná, Marcelo Teixeira Augusto, acatou pedido de liminar do Ministério Público e afastou ontem o prefeito de Tamboara, Milton de Jesus Rodrigues (PTB), o vice-prefeito Luiz Rogério Gimenez (PL) e outros três funcionários de carreira da prefeitura. Eles são acusados de terem fraudado um concurso público realizado em 19 de maio. A maioria das 88 vagas teria sido preenchida por familiares do prefeito e aliados políticos dele e de seu vice.Segundo a determinação do juiz, eles ficam afastados até o julgamento final da ação, caso não haja uma liminar que lhes restitua o cargo. Hoje o presidente da Câmara, Sebastião Brito (PTB), assumiu provisoriamente a administração do município. Nenhum dos acusados foi encontrado. Na prefeitura, a secretária Regiane disse que não estava autorizada a dar qualquer informação sobre o paradeiro dos acusados ou sobre o nome de seus advogados.A promotora de Defesa do Patrimônio Público de Paranavaí, Suzymara Oliveira de Paula, disse que o Instituto de Criminalística do Paraná comprovou que em alguns gabaritos das provas do concurso houve falsificação de assinaturas e, em outros, a assinatura foi feita em dia posterior ao do concurso. "Espero que eles permaneçam afastados em nome da moralidade pública e para pôr fim à idéia de que a impunidade reina no País", disse a promotora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.