Prefeito é condenado a devolver R$ 120 mil em MT

O prefeito de Tangará da Serra (MT), Júlio Ladeia, foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT) a devolver, com recursos próprios, aos cofres da prefeitura o equivalente a R$ 120 mil por ter celebrado convênio com o Centro de Tradição Gaúcha (CTG) Aliança da Serra do município para a construção de uma boliche na sede da entidade. A finalidade de tal convênio, segundo os conselheiros, contraria "o princípio de interesse público".

FÁTIMA LESSA, Agência Estado

28 Julho 2010 | 18h40

Os conselheiros, por cinco votos a um, derrotaram a argumentação de que o convênio podia ser enquadrado como estímulo à cultura porque o investimento com o dinheiro público em um bem de natureza privada atenderia apenas uma parcela da população, ou seja, o associado do CTG. A assessoria do prefeito promete entrar com recurso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.