Prefeito do PSDB pede para partido sair do governo

Orlando Morando (São Bernardo do Campo) defende eleição indireta e nome de FHC para sucessão de Temer

Vera Rosa, O Estado de S.Paulo

24 de maio de 2017 | 15h18

O prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando (PSDB), enviou nesta quarta-feira, 24, vídeo a correligionários em que afirma que o partido não pode mais apoiar o presidente Michel Temer, prega uma eleição indireta e diz que ninguém melhor para fazer a "travessia", neste momento de instabilidade política, do que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Na mensagem divulgada nesta quarta-feira, pouco antes da reunião da bancada do PSDB, o prefeito de São Bernardo do Campo diz que FHC pode ajudar a conduzir esse processo porque “não será candidato à reeleição” e, com isso, evitará brigas partidárias. “Agora, precisamos nos unir e sair deste governo. Vamos largar mão daquilo que a sociedade não quer. E, acima de tudo, nós temos que dar o exemplo. O exemplo que foi dado pelo presidente Temer não é condizente com o que nós queremos e com o que o Brasil precisa”, afirmou Morando, no vídeo.


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.