Prefeito do DEM é preso por porte de munição

José Bezerra tentava embarcar para Brasília e ele levava uma caixa com 50 munições calibre 38, da marca CBC

Angela Lacerda, do Estadão

22 de outubro de 2007 | 18h26

O prefeito do município de Tavares, no sertão paraibano, a 429m quilômetros de João Pessoa, José Severiano Bezerra da Silva (DEM), foi preso no último domingo, no Aeroporto Internacional dos Guararapes, no Recife, ao tentar embarcar para Brasília. Na mala, ele levava uma caixa com 50 munições calibre 38, da marca CBC. O prefeito não apresentou documento de porte de arma.  Ele foi preso em flagrante com base do artigo 14 da Lei 10823/2003, que trata de porte ilegal de arma, e encaminhado para o Centro de Triagem de Abreu e Lima (Cotel), na região metropolitana, onde ocupa cela especial. Se condenado, pode pegar pena de dois a quatro anos de reclusão. No seu depoimento na delegacia de Boa Viagem - bairro onde se localiza o aeroporto - José Severiano, de 37 anos, disse que ao passar a mala no Raio-X foi detectado objeto metálico. A funcionária do aeroporto pediu que abrisse a bagagem e lá estava a caixa com munição. "Não houve má-fé", depôs o prefeito, que disse ter comprado a munição há quatro meses. Ele não soube explicar porque a munição estava na mala. "Estava lá por esquecimento", afirmou. Ele continuava preso até o final desta tarde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.