Prefeito de Taubaté perde o mandato

A Justiça Eleitoral determinou a cassação do prefeito reeleito de Taubaté, Roberto Pereira Peixoto (PMDB), e sua vice, Vera Lúcia Santos Saba (PT), por compra de votos na eleição do ano passado. A decisão, em primeira instância, foi divulgada ontem à noite e determina ainda a inelegibilidade de Peixoto pelos próximos três pleitos. A Justiça manda assumir a prefeitura o segundo colocado na eleição, o deputado Afonso Lobato (PV). Peixoto informou que vai recorrer da decisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.