Amanda Perobelli/Reuters e Nilton Fukuda/Estadão
Amanda Perobelli/Reuters e Nilton Fukuda/Estadão

Prefeito de São Bernardo e deputada estadual testam positivo para novo coronavírus

Orlando e Carla Morando devem ficar isolados por 14 dias; prefeitura restringiu circulação de idosos na cidade

Tulio Kruse, O Estado de S.Paulo

25 de março de 2020 | 20h54

O prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando (PSDB), confirmou nas redes sociais nesta quarta-feira, 25, que ele e a mulher, a deputada estadual Carla Morando (PSDB), testaram positivo para o novo coronavírus nesta quarta-feira, 25. Eles devem ficar em isolamento juntos. 

O prefeito confirmou o seu caso durante uma transmissão ao vivo hoje, por volta do meio-dia. O caso da deputada foi anunciado horas depois, já durante a noite. "As crianças já estão isoladas e eu e Carla faremos a quarentena juntos", ele escreveu. 

Os dois prometeram continuar trabalhando durante a quarentena. "Vou continuar cuidando da cidade, não vai mudar nada", ele disse durante uma transmissão na noite desta quarta. 

"Estamos os dois aqui dentro, trabalhando no escritório, fazendo as coisas através de videoconferência, mas as coisas continuam, a vida continua", disse a deputada, durante a tranmissão. Ela disse que não tem apresentado sintomas, ao contrário do marido.

Prefeitura

A Prefeitura de São Bernardo chegou a suspender a circulação de ônibus municipais, mas o transporte foi retomado parcialmente nesta terça, 24. A prefeituras da região do ABC Paulista devem manter uma frota mínima em funcionamento. Nesta quarta, Orlando anunciou que a cidade restringiu a circulação de pessoas acima de 60 anos, "sob pena de serem escoltados de volta para casa". A medida passa a valer a partir do domingo, 29. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.