Prefeito de Santos multado por uso eleitoral do Diário Oficial

O prefeito de Santos, Beto Mansur (PP), foi condenado pela segunda vez pelo uso eleitoral do Diário Oficial do Município. Ele teria usado o veículo para fazer propaganda para o candidato à prefeitura João Paulo Tavares Papa (PMDB), que saiu vencedor no 2º turno. Na primeira vez, Mansur foi multado em R$ 10.600. Na nova condenação, a multa subiu para R$ 53.205. Por outro lado, o juiz eleitoral Alexandre Coelho não acolheu o pedido de cassação da candidatura de João Paulo Tavares Papa feito pelo PT de Santos. A candidata derrotada, Telma de Souza (PT) anunciou que irá recorrer da decisão ao TRE. Papa, por sua vez, anunciou que também irá processar Telma de Souza por boca-de-urna, realizada por militantes petistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.