Prefeito de Jales morre em acidente

O prefeito da cidade de Jales, no interior do Estado de São Paulo, morreu, nesta noite, em consequência de um acidente no Km 579,5 da Rodovia Euclides da Cunha, a SP-320. José Carlos Guisso (PSDB), de 48 anos, estava sozinho no carro oficial, o Fiat Siena branco, de placa CPV-0222, retornando na cidade de Estrela do Oeste. O auto do prefeito colidiu frontalmente com a Belina II, BLM-2992, de Jales, dirigida por Benedito Romano, de 43 anos, que estava acompanhado da mulher, Auta Barbosa, de 38 anos, e o filho Ronaldo, de 14. Benedito também morreu e seus acompanhantes estão internados em estado grave na Santa Casa local.A colisão aconteceu por volta das 23h00 no trevo para Água Vermelha. Por coincidência, a SP-320, que liga as cidades de Santa Fé do Sul e Mirassol - apelidada pelos moradores da região de "rodovia da morte" -, era uma das razões de grandes embates do prefeito Guisso com os governos do Estado e federal, e também com deputados. Desde a construção de uma ponte sobre o Rio Paraná, na cidade de Rubinéia, aquela estrada teve seu fluxo aumentado, em muito, e, com isso, multiplicaram-se os acidentes. Guisso brigava pela duplicação das pistas, o que só foi aprovado recentemente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.