Prefeito de Epitácio tem diploma cassado

A Justiça Eleitoral cassou o diploma do prefeito e do vice da cidade de Presidente Epitácio, no extremo-oeste de São Paulo. Os dois foram acusados de abuso do poder econômico ao beneficiar eleitores em troca de votos. O prefeito Ademar Dassiê, do PSDB, foi reeleito com 53% dos votos válidos. A acusação partiu da candidata derrotada, Alda Catarina, do PPB, que perdeu por uma diferença de 1.416 votos.Durante a campanha, os dois teriam usado máquinas públicas em terrenos particulares, abastecido veículos, distribuído cestas básicas e transportado irregularmente eleitores em troca de votos. O prefeito continuará no cargo até o julgamento do recurso impetrado pelo seu advogado junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).Além de cassar o diploma, a Justiça Eleitoral impôs aos dois uma multa de R$ 74 mil. Segundo os assessores do prefeito, ele está viajando e deve voltar amanhã à cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.