Prefeito de Diamantino assumirá novamente

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso anulou, por unanimidade, a sentença que cassou o mandato do prefeito de Diamantino, Erival Capistrano de Oliveira. Acusado de irregularidade na prestação de contas, ele estava fora do cargo, mas será empossado novamente. O juiz José Zuquim Nogueira, relator do caso, alegou ausência de citação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.