Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Prefeito de Cuiabá deixa o PSDB

O prefeito de Cuiabá, Roberto França, anunciou sua desfiliação do PSDB, após oito anos de militância no partido. Reeleito em 2000 no primeiro turno, com 137 mil votos, França é o primeiro prefeito tucano de capital a deixar a legenda. Em entrevista coletiva em Cuiabá, o prefeito da capital matogrossense explicou que deixou a agremiação devido a uma disputa interna com o senador Antero Paes de Barros (PSDB) pela vaga de candidato do partido ao Governo de Mato Grosso, em 2002. "Não estou saindo. Estão me tirando do PSDB", disse, ao anunciar que disputa a sucessão governamental por outro partido, provavelmente o PPS. Para amenizar o clima entre França e Antero, o governador Dante de Oliveira (PSDB) propôs a realização de uma prévia interna, prevista para o dia 7 de outubro, em que os filiados tucanos escolheriam o melhor nome para a eleição. Ao deixar o PSDB, o prefeito cuiabano denunciou que houve "filiações em massa" por parte de pessoas ligadas ao senador Antero Paes de Barros. "Esta prévia seria viciada, fraudada e comprometida porque os diretórios encaminharam listagens divergentes", disse. Roberto França lembrou que o PSDB possuía um projeto político que consistia em sua candidatura a reeleição na prefeitura de Cuiabá e, caso vitorioso, a disputa do Governo do Estado. Ele apresentou a cópia de uma ata do diretório do PSDB cuiabano, datada de 21 de março de 1999, em que o compromisso havia sido firmado. "Sou candidato, e a prévia que vou disputar é a de 2002, com a participação do povo de Mato Grosso. A partir de hoje, entro em campo, começando a fazer política, coisa que sei fazer e gosto", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.