Prefeito de Caldas Novas volta ao cargo

O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás deferiu ontem liminar que permite o retorno ao cargo do prefeito Ney Gonçalves de Sousa, de Caldas Novas, e do vice, Otaviano da Cruz Vieira. Eles tiveram os registros de candidatura cassados sob a acusação de propaganda com faixas, placas e cartazes em período vedado pela Lei Eleitoral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.