Ed Ferreira/Estadão
Ed Ferreira/Estadão

Prefeito de BH assume a presidência do PSB mineiro

Julio Delgado, que até as eleições do ano passado era um dos principais aliados de Aécio Neves dentro do PSB, será retirado do cargo após emplacar duas indicações no governo de Pimentel

Leonardo Augusto, especial para O Estado, O Estado de S. Paulo

12 de junho de 2015 | 18h33

Belo Horizonte - O prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), assumiu nesta sexta-feira, 12, a presidência estadual do partido em Minas Gerais em substituição ao deputado federal Julio Delgado. A troca foi comunicada ao Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) agora há pouco. A mudança no comando do partido no estado foi definida pelo presidente nacional da legenda, Carlos Siqueira, e tem como fundo embate entre os dois principais caciques políticos de Minas Gerais, o governador Fernando Pimentel (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB) por disputa de influência nas eleições para a prefeitura da capital mineira em 2016.

Segundo Siqueira, havia um acordo para que Delgado deixasse o comando da sigla em Minas para entrada de Lacerda. "Queremos fortalecer o partido no Estado", afirmou o presidente nacional do PSB, depois de confirmar a troca. Siqueira, no entanto, nega que a alteração tenha a ver com Pimentel ou Aécio. "Tratamos dos nossos assuntos, não dos deles", disse. O presidente nacional da legenda ofereceu a Delgado que permanecesse como vice-presidente do partido no Estado, o que foi recusado pelo deputado. O parlamentar, no entanto, sugeriu que seja colocado no posto um de seus indicados para cargo no governo petista.

Pimentel e Aécio já estiveram lado a lado na eleição para a Prefeitura de Belo Horizonte em 2008. À época, o candidato, lançado por ambos na disputa, foi exatamente Marcio Lacerda, que derrotou Leonardo Quintão (PMDB). Em 2012, o PSDB se manteve com o prefeito e o PT lançou o atual ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias. Lacerda venceu novamente.

Delgado, que até as eleições do ano passado era um dos principais aliados de Aécio Neves dentro do PSB, será retirado do cargo após emplacar duas indicações de comando no governo de Pimentel, uma no Instituto de Geoprocessamento do Estado e outra na Secretaria de Esportes. Na disputa pelo governo de Minas em 2014, Delgado foi o principal defensor do PSB por aliança com o PSDB. Ao final, seu pai, o ex-prefeito de Juiz de Fora, Tarcísio Delgado foi lançado na disputa sem qualquer chance de vitória. Teve 3,9% dos votos.

Aécio Neves esteve em Belo Horizonte para encontro com o prefeito Marcio Lacerda no dia 26 de maio. A reunião não foi divulgada previamente, mas o setor de comunicação do senador divulgou nas redes sociais uma foto do encontro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.