Prefeito de Águas de Lindóia é cassado

O prefeito de Águas de Lindóia, no interior de São Paulo, Eduardo Âmbar (PP), foi cassado no final da noite de ontem. A sessão da comissão processante da Câmara de Vereadores começou de manhã e durou 14 horas e, por seis votos contra três, decidiu que Âmbar ficará fora do cargo. A decisão será encaminhada ao Cartório Eleitoral. Essa é a segunda vez que os vereadores aprovam a saída do prefeito. Em setembro ele foi cassado mas conseguiu a nulidade da sessão da Câmara e retornou à Administração. O prefeito é acusado de comprometimento de verbas públicas com dívidas e irregularidades com empresa terceirizada fornecedora de merenda. Segundo assessores, ele nega as acusações e promete recorrer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.