Prefeito anda 176 km em protesto contra queda no FPM

O prefeito da pequena cidade de Afonso Bezerra, com 11 mil habitantes, no interior do Rio Grande do Norte, saiu ontem de Natal e só deve chegar ao município que administra - a 176 quilômetros de distância - na sexta-feira à noite. Jacson Bezerra está fazendo uma peregrinação pela rodovia em protesto contra queda na arrecadação do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O prefeito cobra mais estabilidade para o desembolso da verba às prefeituras.

AE, Agência Estado

12 de agosto de 2010 | 12h02

"Deputados federais e senadores precisam também ter mais sensibilidade para regulamentar a Emenda 29", afirmou. Durante a caminhada, Bezerra conta com o suporte de alguns funcionários de seu gabinete e de uma ambulância com enfermeira. "É um desafio muito grande. A gente sofre com dores musculares, os pés maltratados, o asfalto quente", contou.

Ele disse que tem recebido o apoio da população durante o percurso. Panfletos estão sendo distribuídos para esclarecer as pessoas sobre os problemas provocados com a queda no repasse do FPM. "Vamos ver se muda a relação do governo federal com os municípios." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.