Prefeito alagoano recupera cargo no TSE

O ministro Ari Pargendler, do Tribunal Superior Eleitoral, deferiu liminar e suspendeu a cassação do prefeito de Anadia (AL), José Edmundo Dâmaso Barros (PDT). Com a decisão, Dâmaso deve voltar à prefeitura, uma semana após ter sido cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas, acusado de compra de votos. A ação contra ele foi movida pela segunda colocada nas eleições municipais de 2004, Sânia Tereza Palmeira Barros Teixeira (PT). Ambos disputam novamente a prefeitura este ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.