Prefeito afirma que Haddad foi 'péssimo' ministro

Um dia após criticar a gestão petista na saúde, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) convocou na terça-feira a imprensa para visitar uma creche em Paraisópolis, na zona sul, e voltou a criticar Fernando Haddad (PT). Armado com estatísticas sobre as vagas em creches da cidade, o prefeito afirmou que Haddad foi "péssimo" ministro da Educação para São Paulo. "O que ele fez? Eu não dou o direito de vir cobrar a Prefeitura. Ele é quem tem que se explicar."

ARTUR RODRIGUES, Agência Estado

29 de agosto de 2012 | 09h25

Kassab afirmou que o PT mente quando faz críticas relacionadas à falta de creches. "Lamento a postura do candidato Haddad. Até porque ele participou de um governo. No início da administração anterior (de Marta Suplicy, na qual Haddad foi secretário de Finanças), nós tínhamos 716 creches. Eles deixaram a Prefeitura com 817. Hoje, temos 1.505."

O prefeito também rebateu afirmações de Haddad, que disse que o município não pediu verba federal para a Educação. "Quer dizer que de todos ministérios nós fomos pegar? Porque não temos nenhuma queixa do governo federal. Só não funcionou com a Educação. Se não teve entrosamento foi incompetência de Haddad."

Serra. Ele negou que os dois ataques seguidos a Haddad sejam coordenados pela campanha de Serra. Disse que já iria fazer vistoria à creche e aproveitou para rebater as críticas do candidato.

O prefeito também comentou a entrada de Marta Suplicy na campanha. "A Marta foi prefeita. Ela vai mostrar o que foi feito na gestão dela, do PT. E nós vamos mostrar o que foi feito na nossa. O eleitor vai dizer em quem vai votar. Ela tem todo direito. Eu acho que ela não foi boa prefeita". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2012SPKassabHaddad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.