Prefeita vai ao TJ para manter emprego de parentes

A prefeita de São Pedro do Ivaí, região central do Paraná, Cristiane Bento Zulian (PMDB), recorreu ao Tribunal de Justiça (TJ) para reverter uma decisão da juíza Janes de Fátima Palazzo, de Jandaia do Sul, que ordenou o afastamento de cinco parentes que ela havia contratado como assessores.As contratações foram contestadas por meio de uma ação popular. Em resposta, a prefeita havia obtido da Câmara a aprovação de uma nova Lei Orgânica, autorizando que 10% dos cargos em comissão possam ser ocupados por parentes do chefe do Executivo, mas a juíza rejeitou a manobra.Atualmente, Cristiane emprega o pai, o marido, um tio, a irmã e o cunhado. Ela argumenta que "todo mundo faz isso", inclusive, o governador Roberto Requião (PMDB). Diversos parentes de Requião ocupam cargos de confiança no governo do Paraná, sendo que dois deles pertencem ao primeiro escalão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.