Prefeita de Natal entrega título de cidadã natalense a Marina Silva

'Por tudo isso me orgulho de receber esses títulos, que agora fazem de mim oficialmente uma nordestina', disse a pré-candidata

estadao.com.br

11 Maio 2010 | 19h57

Foto: Frankie Marcone

 

 

NATAL - Em solenidade na Assembleia Legislativa, no final da tarde desta terça-feira, 11, a senadora e ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, recebeu de uma só vez os títulos de cidadã natalense e norte-rio-grandense. O primeiro foi entregue pela prefeita do Natal, Micarla de Sousa, junto com o secretário Municipal de Educação, o vereador licenciado Edivan Martins; enquanto o de cidadã potiguar foi entregue pelo deputado estadual Paulo Davim, propositor da homenagem.

 

Marina Silva agradeceu ao vereador e ao deputado, pelos discursos que a levaram às lágrimas e nos quais os dois autores das proposições ressaltaram sua trajetória de vida, desde a infância nos seringais até as lutas políticas e a conquista dos cargos de vereadora de Rio Branco, deputada estadual do Acre, senadora da República e a nomeação para o Ministério do Meio Ambiente.

 

"Venho de um estado no qual as pessoas têm o orgulho de dizerem que são brasileiros. E aqui no Nordeste, através de meus pais que saíram do Ceará para os seringais do Norte, aprendi a culinária simples dos nordestinos e aprendi a gostar de beiju e da literatura de cordel. Por tudo isso me orgulho de receber esses títulos, que agora fazem de mim oficialmente uma nordestina", destacou Marina Silva.

 

A homenageada falou de sua história de vida, do fato de só ter conseguido se alfabetizar aos 16 anos de idade, e disse se considerar uma exceção, frente à grande maioria da população brasileira que não teve direito às mesmas oportunidades. "É preciso uma educação mais igualitária para todos, para que não haja apenas exceções", reforçou.

 

A ex-ministra do Meio Ambiente defendeu a junção entre desenvolvimento econômico e sustentabilidade ambiental, dizendo crer que uma coisa não impede a outra e ambas podem se somar no crescimento do País e de toda a humanidade.

 

Micarla de Sousa, por sua vez, elogiou a homenageada. "Ela é uma leoa, uma tigresa da Amazônia, que mostra os dentes com uma doçura firme, mas em favor de uma sociedade mais justa e íntegra", afirmou, lembrando as inúmeras potiguares que, assim como Marina Silva, estiveram à frente de lutas históricas, como Clara Camarão, Nísia Floresta, Celina Guimarães e Alzira Soriano.

 

"Isso faz nossa terra ter um contorno feminino que a faz diferente, principalmente agora que temos a senhora como conterrânea", concluiu a chefe do Executivo Municipal. Estiveram presentes à solenidade deputados estaduais, vereadores de Natal e diversas lideranças comunitárias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.