Pré-candidatura de Suplicy não surpreende Lula

O Presidente de Honra do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou hoje que não ficou surpreso com a decisão do senador petista Eduardo Suplicy de disputar a prévia do partido à Presidência da República. "Só ele (Suplicy) é candidato até agora", afirmou Lula. "O Suplicy conquistou o direito de disputar o que ele quiser dentro do PT. Ele é fundador desse partido", acrescentou. Lula reiterou que não é candidato à Presidência em 2002 e que não tem "pressa" em decidir se irá ou não se inscrever na prévia que o PT irá realizar para a escolha de quem disputará a Presidência pela legenda. "O meu tempo não é o tempo do Suplicy. Eu não tenho pressa nenhuma", declarou. Lula saiu hoje em defesa da prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), e do senador Eduardo Suplicy, que na segunda-feira anunciaram a separação depois de 36 anos de união. "O Suplicy e a Marta têm vida pessoal. E isso vale para os jornalistas também. Quantos jornalistas estão separados e ninguém nunca pergunta por quê?", disse ele. Por que a Marta e o Eduardo têm que ficar dando explicações sobre o motivo da separação?", questionou. Lula defendeu ainda que a imprensa seja "civilizada". "A imprensa tem que virar civilizada. O problema (separação) é eminentemente deles", completou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.