Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Pré-candidatos vão assistir ao jogo em Fortaleza

O jogo da Seleção Brasileira deve reunir, nesta quarta-feira, em Fortaleza, um time bastante eclético de políticos. No gramado, jogadores estarão suando a camisa para fazer bonito contra a Iugoslávia na última partida, em solo nacional, rumo à Copa do Mundo.Enquanto isso, nos camarotes, pelo menos dois candidatos à Presidência da República, em plena campanha, tentarão marcar "gols" junto ao eleitorado: Ciro Gomes (PPS) e José Serra PSDB).Da seleção tucana, estão sendo esperados nesta quarta: além do pré-candidato do PSDB à presidência da República, senador José Serra, o presidente do partido, deputado José Aníbal (SP), e o ministro do Planejamento, Martus Tavares.O ministro-chefe do gabinete da Segurança Institucional, general Alberto Cardoso, participa, ao meio-dia, do lançamento do Plano Nacional de Segurança, na sede do governo cearense, e também deve ficar para o jogo à noite.Já estão na capital cearense a viúva de Mário Covas, dona Lila, e seus filhos, Renata e Zuzinha. A família Covas, que chegou a lançar o governador Tasso Jereissati (PSDB-CE) pré-candidato tucano à Presidência, está hospedada na casa dele, na Praia do Futuro.Nesta terça-feira à noite, o governador participa da solenidade de entrega do estádio Castelão, que passou por reforma a toque de caixa para exibir o amistoso da Seleção Brasileira.Nesta quarta-feira, a família Covas assistirá ao jogo ao lado de Tasso. E, na quinta feira, participa da inauguração do Terminal Portuário do Pecém, a 60 quilômetros de Fortaleza.Do time do PMDB, estará presente o governador Jarbas Vasconcelos (PE). Provável vice da chapa encabeçada por Serra, ele foi convidado por uma empreiteira de Recife que participou das obras de reforma do estádio cearense.O presidenciável do PPS, Ciro Gomes, fará comentários da partida (de futebol) para a Rádio Iracema, de Sobral (CE). Ciro é comentarista esportivo filiado à Associação Cearense de Cronistas.A pré-candidata do PFL à Presidência, a governadora Roseana Sarney (MA), apesar de amiga de Tasso, não vem. Além do jogo, Serra também participa da inauguração do Porto do Pecém, que, mesmo sem passar pelo crivo do legislativo cearense, já foi batizado por Tasso de Terminal Portuário Governador Mário Covas.O nome, inclusive, foi impresso nos convites distribuídos para a cerimônia. Até a placa foi confeccionada com o nome do ex-governador de São Paulo, morto há pouco mais de um ano. Na Assembléia Legislativa, há dois projetos.Um, do deputado Chico Lopes (PCdoB), propõe que o porto seja chamado Padre Cícero. O outro é do deputado tucano Idemar Citó e propõe que seja Mário Covas. Para assegurar maioria na votação, Tasso liberou dois secretários de governo. A escolha seria nesta terça-feira e foi transferida para esta quarta por falta de quorum.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.