Pré-candidatos tucanos reclamam de adiamento das prévias após entrada de Serra

Tripoli e José Aníbal manifestaram pelo Twitter irritação com nova data para escolha do candidato à Prefeitura de SP; Alckmin também usou rede social, mas para parabenizar ex-governador pela pré-candidatura

do estadão.com.br

29 de fevereiro de 2012 | 09h43

Atualizada às 11h54

Os pré-candidatos tucanos à Prefeitura de São Paulo José Aníbal e Ricardo Tripoli não esconderam a insatisfação pelo adiamento das prévias do partido para definir o candidato do PSDB nas eleições. O anúncio foi feito na noite dessa terça-feira, 28, depois da reunião da Executiva municipal. Pelo Twitter, Aníbal disse que a mudanças, feitas após a entrada do ex-governador José Serra na disputa, são uma "lástima".

"Até aqui o processo de prévias teve deliberações convergentes e transparentes. Com a entrada do novo candidato começou a mudar. Lástima!", escreveu pouco após o fim da reunião que decidiu adiar em três semanas a prévia, anteriormente marcada para o dia 4 de março. O encontro foi tenso e teve bate-boca entra apoiadores de Serra e dos demais pré-candidatos, que defendiam a eleição interna para o dia 11. O pré-candidato prometeu tentar "manter a integridade" das prévias em conversas com integrantes da sigla.

"Porque a necessidade de mais 3 semanas? Para que? O novo candidato é bem conhecido,não carece de tanto tempo para falar com os militantes", criticou Aníbal. Em tom mais ameno, Ricardo Tripoli disse ter sido "voto vencido". "Esse não é o PSDB que conheço. Estamos confiantes no processo das Prévias, todos nós", disse na manhã desta quarta-feira, 29.

Serra. O ex-governador oficializou sua intenção de participar das prévias somente nessa terça-feira, quando entregou ao partido a carta a declaração de seu interesse. "Ao me apresentar para a disputa, vou ao encontro da minha própria consciência: quero ser prefeito de São Paulo", disse no documento. A aliados, o tucano afirmou não ter enterrado o sonho de ser candidato a presidente da República, mas que cumprirá os quatro anos do mandato de prefeito se for eleito.  

Também pelo Twitter, Serra recebeu manifestações de apoio de tucanos, entre eles do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. "Parabéns ao @joseserra_ pela pré-candidatura à prefeitura. É uma satisfação fazer parte de um partido com tantas lideranças preparadas", escreveu nessa terça-feira. O governador de Goiás, Marconi Perillo, também fez elogios a Serra.

Outra figura que Serra fez questão de agradecer foi Paulo Mathias, presidente do secretariado estadual da Juventude do PSDB. Em meados do ano passado, o tucano já havido se desentendido com Mathias por conta de uma omissão de seu nome em uma publicação do movimento. O jovem destacou na mensagem enviada ao tucano um texto a favor da candidatura.

Tudo o que sabemos sobre:
previas tucanasserratripolianibal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.