Pré-candidatos do PSDB-SP rebatem críticas a prévias

Os pré-candidatos do PSDB à prefeitura de São Paulo uniram-se hoje em defesa da realização de prévias para a escolha do candidato do partido e rebateram a avaliação feita pelo ex-presidente do PSDB de São Paulo José Henrique Reis Lobo, segundo o qual a eleição interna acarreta "em riscos enormes de derrota" na disputa municipal. Em artigo publicado no jornal "Folha de S. Paulo", o ex-dirigente tucano avaliou ainda que há certas tarefas que competem aos líderes da sigla, referindo-se à escolha do candidato do partido.

GUSTAVO URIBE, Agência Estado

09 de fevereiro de 2012 | 20h34

O secretário de Cultura do Estado de São Paulo, Andrea Matarazzo, pré-candidato do PSDB, considerou "inoportuna" a avaliação de Reis Lobo. Segundo ele, trata-se de uma discussão errada num momento errado. "Ele errou na dose e no momento", criticou.

Os quatro pré-candidatos do PSDB participam nesta noite do terceiro organizado pelo partido com a presença de militantes, na zona Leste da capital paulista. O deputado federal Ricardo Trípoli, também pré-candidato do partido, afirmou que a avaliação de Reis Lobo é uma "manifestação isolada", que não encontra eco no partido. "Ele está há muito tempo fora da sigla, ele é da época quando os caciques decidiam", afirmou Trípoli.

O secretário do Meio Ambiente de São Paulo, Bruno Covas, também pré-candidato, disse que a avaliação de Reis Lobo é pessoal, mas que ele não compartilha dela. O secretário estadual de Energia, José Aníbal, não comentou, antes do início do debate, o assunto.

Além dos pré-candidatos, lideranças estaduais e municipais do PSDB que compareceram ao evento também criticaram o teor do artigo publicado pelo ex-dirigente do partido. O presidente estadual do PSDB, Pedro Tobias, considerou "irresponsável" a manifestação pública de Reis Lobo. Segundo ele, faltou respeito à militância do PSDB. "AS prévias têm apoio do governador de São Paulo (Geraldo Alckmin), e são essenciais para a democracia interna do partido."

O tesoureiro do PSDB municipal, Fabio Lepique, lembrou que o edital das prévias foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial do Estado de São Paulo e afirmou que a opinião do ex-dirigente é um "desrespeito ao esforço da militância e a liderança dos pré-candidatos".

Em entrevista antes do debate, o presidente municipal do PSDB, Julio Semeghini, preferiu não entrar em conflito com seu antecessor no posto, mas ressaltou que grandes lideranças do partido, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, são favoráveis ao processo de prévias. "Eles têm nos apoiado para consolidar as prévias e tirarmos o verdadeiro candidato do PSDB."

Tudo o que sabemos sobre:
PSDBdebate

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.