Ernesto Rodrigues/AE - 16/12/2011
Ernesto Rodrigues/AE - 16/12/2011

PRB terá candidato à Prefeitura de São Paulo, garante presidente da sigla

Marcos Antônio Pereira disse que a candidatura de Celso Russomanno será mantida, apesar do acordo com o governo Dilma que selou a ida de Marcelo Crivella ao Ministério da Pesca

Ricardo Brito, da Agência Estado

02 de março de 2012 | 15h49

BRASÍLIA - Na conversa com a presidente Dilma Rousseff que selou o convite para o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) ocupar o ministério da Pesca e Aquicultura, realizada na última sexta-feira, 24, no Palácio do Planalto, o presidente do partido, Marcos Antônio Pereira, fez questão de lembrar que a legenda terá candidato próprio à prefeitura de São Paulo. Dilma, segundo Pereira, elogiou o nome do ex-deputado federal Celso Russomanno, pré-candidato do PRB.

"É legítimo que os partidos tenham candidatos", respondeu Dilma, segundo o presidente do PRB relatou ao Estado. Crivella, que participou da conversa com Dilma, não aceitou de pronto o convite feito pela presidente. Foi apenas no sábado à tarde que Marcos Pereira comunicou, por telefone, que Crivella havia aceitado ocupar a pasta.

Apesar de a afirmação do presidente do PRB em não atrelar a ida do senador do partido para o ministério à desistência da candidatura de Russomanno, o governo trabalha intensamente para atrair a legenda para o arco de alianças em torno do pré-candidato do PT, Fernando Haddad. "Haddad seria um bom vice para mim", afirmou Russomanno, quando perguntado se abriria mão da candidatura em prol do petista.

A negociação em torno do cargo começou na segunda-feira de carnaval. A ministra da secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti ligou naquele dia para o presidente do PRB para fazer ao partido o convite para integrar o ministério. Ideli, segundo Pereira, disse que o desejo era dar a pasta para o partido, mas fez questão de frisar que o governo queria que o indicado fosse Crivella.

O PRB, contudo, queria emplacar no cargo o secretário de Pesca e Aquicultura do Ceará, o ex-deputado federal Flávio Bezerra. Foi até uma sugestão do próprio Crivella, que depois cedeu.

O presidente do PRB disse que somente em junho o partido decidirá quem será o vice de Russomanno. E que a legenda não desistirá de ter candidatura própria. "Logicamente que não (vamos desistir)", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesSPPRB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.