Clayton de Souza/AE
Clayton de Souza/AE

PRB assume pasta social de Alckmin e leva à posse projeto anti-crack da Universal

Partido de Rogério Hamam, novo titular da Secretaria de Desenvolvimento Social, é dirigido por integrantes da igreja; pasta é responsável por execução da política antidrogas do governo

Bruno Boghossian - O Estado de S.Paulo

28 de maio de 2013 | 14h22

O PRB usou a cerimônia de posse de Rogério Hamam, indicado pelo partido para a Secretaria de Desenvolvimento Social do governo Geraldo Alckmin (PSDB), para promover um projeto de combate ao consumo de crack vinculado à Igreja Universal. A pasta de Hamam é a responsável pela execução da política antidrogas da gestão paulista e o PRB é dirigido por integrantes da igreja.

 

O partido levou ao evento no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, cerca de 20 pessoas ligadas ao programa Juventude Contra o Crack, liderado pelo vereador Jean Madeira (PRB), pastor da Igreja Universal.

 

A Secretaria de Desenvolvimento Social financia projetos de atendimento e tratamento de usuários de drogas, e costuma fechar convênios com entidades ligadas a igrejas e outros grupos religiosos de várias denominações. Madeira afirmou que o programa Juventude Contra o Crack não recebe dinheiro da pasta mas admitiu que pretende aproximar o projeto do governo. "Uma das prioridades do governo é o combate ao crack. Espero que tenhamos apoio, qualquer que seja", disse o pastor.

 

O novo secretário, Rogério Hamam, afirmou que pretende avaliar os projetos da Igreja Universal com "isenção". "A Igreja Universal deve ser encarada como qualquer outra igreja, com o mesmo critério de isenção dada às outras entidades credenciadas", declarou.

 

Alckmin convidou o PRB para sua gestão com o objetivo de atrair o apoio do partido a sua campanha de reeleição, em 2014. Nas negociações, o governo e a sigla chegaram a um acordo para que a secretaria destinada à legenda fosse ocupada por um técnico, desvinculado da Igreja Universal.

 

Em seu discurso durante a cerimônia, Alckmin citou o ex-vice-presidente José Alencar, que foi um dos fundadores do PRB, para justificar a entrada do partido em seu secretariado. O governador também elogiou o ex-deputado Celso Russomanno (PRB), que participou das articulações políticas e estava presente na cerimônia de posse.

 

"Quero dizer ao Marcos Pereira, presidente nacional do PRB, que estamos muito felizes com a entrada do partido no governo. E quero cumprimentar o Celso Russomanno, um dos grandes baluartes da luta pelo direito do consumidor", disse o governador.

 

Alckmin também deu posse ao novo secretário de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Garcia (DEM). Com a nomeação, o governador amplia o espaço em sua gestão para o DEM, um de seus principais aliados eleitorais.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.