Prazo para emendas impede votação da lei de falências

Um requerimento de urgência para a votação do projeto que altera a lei de falências deverá ser votado hoje no plenário da Câmara. O projeto já foi incluído na ordem do dia do plenário e, sendo aprovado, o requerimento poderá ser votado assim que for fechado um acordo entre os partidos da Câmara para a sua aprovação. O texto consolidado pelo deputado Oswaldo Biolchi (PMDB-RS) não pode ser votado esta semana porque terá que ser respeitado o prazo para que sejam apresentadas emendas. "Vão ser apresentadas e teremos que negociar", informou o vice-líder do governo na Câmara, deputado Professor Luizinho (PT-SP). O deputado informa que a votação, assim, só poderá acontecer após a negociação com o governo dasemendas oferecidas ao plenário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.